Ação “Preservar a Natureza”

previous arrow
next arrow
Slider

Depois dos incêndios de 2017, que segundo as estatísticas, lavraram cerca de 70% do território poiarense, a Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, têm vindo a desenvolver estratégias, para rearborizar todo o território afetado.

Neste momento estão em curso três ações de reflorestação, que segundo o presidente da câmara, João Miguel Henriques, têm o intuito de “devolver à Natureza a matéria-prima de que necessita para que, de forma natural, possa regenerar-se e devolver às paisagens naturais do concelho o ‘tom verdejante’ que caracteriza a mancha florestal destes territórios”.

Desta feita, no passado mês de fevereiro, a Desbrava esteve envolvida numa destas ações, intitulada “Preservar a Natureza”, que teve como objetivo principal reanimar o coração do Parque Verde.  Ação esta que foi levada à avante pela referida Câmara Municipal em parceria com a EDPDistribuição e que teve como principal objetivo a rearborização desta área com espécies florestais autóctones, num total aproximado de 1700 espécimes.

Pode-se então neste momento, ver renascer das cinzas, ulmeiros, amieiros, freixos, carvalho-roble, medronheiros, entre outras espécies, todas elas fornecidas e plantadas pela Desbrava em parceria com a Lavrimadeiras.

É com muito orgulho que a Desbrava abraça este tipo de projetos, já que para nós é muito importante promover a difusão das espécies florestais autóctones, pois são elas que irão equilibrar o nosso ecossistema e em consequência proporcionar um futuro mais seguro.